13/02/2011

Pra voltar com o pé direito

Ou esquerdo? Porque eu sou canhoto. Enfim...

Pra começar, queria agradecer a vocês, caros espectadores que lêem nosso blog enquanto poderiam estar fazendo algo útil, como QUALQUER OUTRA COISA. Muito obrigado, tenho recebido um feedback (porra, falar feedback é coisa profissional) muito bom nos últimos dias (não, não paguei ninguém pra falar bem do site) e é por isso que eu tô aqui escrevendo num domingo à noite. Pra falar a verdade, eu só queria falar isso mesmo, tô completamente sem idéias pra um post novo (é domingo, caralho. Mal consigo pensar durante a semana) mas como não tem mais nada pra fazer vou encher linguiça (ou lingüiça? Acho que o trema caiu com a reforma, que nem o Galo no Brasileirão em 2005. Eu procuraria no Google, mas como minha idéia (ideia, oh crap) é só encher o texto mesmo.. já ganhei duas linhas só com parênteses.

Spoiler: Os parágrafos a seguir não contêm nenhum conteúdo útil e/ou que trará alguma alegria ao seu dia.

Bom, desde a última vez que eu postei aqui (PUTA QUE O PARIU, tem muito tempo que eu não posto nessa merda) muita coisa aconteceu.
[...]
Não, pera, não aconteceu não. Aulas do 3º ano causam problemas socias e psicológicos. Enfim, de lá pra cá eu troquei de celular, agora tenho um Nokia 5233 bonito, novinho e, o mais importante, QUE FUNCIONA DECENTEMENTE. O meu antigo (Motorola ZN5) era uma completa merda. Eu cheguei à conclusão de que marca de celular pra mim é Nokia e Samsung, e só. Aquele troço que eu tinha não dava. Sério, olha o que ele oferecia:

> WiFi
> Câmera Kodak 5 Mega Pixels com Auto Focus
> Mp3 Player
> Outras porcarias que eu não lembro

Teoricamente, um SmartPhone. Agora olha só as minhas conclusões sobre as características que eu falei:

> WiFi: Nada pra reclamar, considerando que não sei comparar com o WiFi de outros telefones. Mas serve só pra quebrar um galho, eu mesmo nunca precisei usar realmente. Além do mais, PSP e iPod têm WiFi também, então acabava sendo desnecessário.
> Câmera Kodak Caralho a 4: A MERDA DA CÂMERA PERDEU O AUTO FOCUS. Isso significava que eu não podia tirar fotos de longe, ficava embaçado. Sim, meu celular era míope. TInha flash e blablabla. As fotos de perto pelo menos ficavam boas.
> MP3 Player: Funcionaria perfeitamente se o celular não fosse lento pra cacete. Tipo, você escolhe uma música e ele demora meia hora pra começar a tocar. Risque "player" da lista.
> Outras porcarias que eu não lembro: a grande e suprema vantagem dele é que dava pra jogar Quake I e II nele, praquelas aulas bacanas de filosofia. É divertido jogar enquanto seus coleguinhas ficam babando fingindo que se divertem em jogos 2D. Mas isso comia bateria que nem pipoca.

Aí uma foto do bagulho:

Aí uma foto tirada por alguém que comprou o bagulho:

Esse cara aprendeu a lição.

Agora eu tenho um celular foda que deixa eu escutar música e tirar fotos sem ter que jogar ele na parede. Enquanto isso, o Clint não tem celular. Otário.

Bom, eu já dissertei demais por hoje, tava pensando em escrever um epílogo sobre como é interessante ter dois horários seguidos de matemática, mas fica pro próximo post. Aquele abraço.

ps: Clint e eu vamos pra São Paulo no show do Iron Maiden no final de março. Tô falando isso aqui pra ele confirmar logo que vai. =D

Update: Vamo pro Rio agora. 94% confirmado, só falta executar a transição monetária. Burocracias à parte.

Um comentário:

  1. O cara boto o celular de molho... saco?? aiai...

    ResponderExcluir